20 fevereiro 2010

A primeira lembrança


Todo mundo já tentou lembrar a primeira coisa que ficou guardada em sua memória? Quando eu tinha menos de 10 anos e estava assistindo TV Colosso (lembram?), foi proposto no programa que os telespectadores tentassem se lembrar da memória mais remota.

Eu comecei a pensar e não sei se foi uma lembrança fabricada ou um sonho que confundi com realidade, mas lembrei de duas coisas que talvez aconteceram... A primeira lembrança eu estava em uma mesa ao lado de uma janela; não sei porque eu sempre acho que era a janela do meio de minha casa. Era um dia ensolarado e o vento balançava as cortinas. O céu estava de um azul que só as crianças conseguem ver¹ e as vezes os raios de sol ofuscavam meus olhos. Sempre presumo que, nesse momento, minha mãe estava trocando minha fralda (?).

A segunda lembrança mais antiga que (talvez) possuo é de eu segurando o dedo do meu irmão mais velho, com a mão cheia. Ele é seis anos mais velho que eu, então o dedo dele devia ser bem pequeno, e o meu menor ainda! Essa lembrança tem mais credibilidade, pois ha alguns anos perguntei se ele possuía a mesma lembrança e ele confirmou. O porem é que é uma coisa comum de se fazer com bebês...

Talvez tenha sido uma memória construída, daquelas quando alguém diz: “Você lembra daquela vez que fomos fazer tal coisa, estava eu, o Roni, o Gilson e vc...”. “Haa, sim, sim, eu estava junto, foi muito divertido hahaha”. Nessas horas não queremos decepcionar nosso amigo dizendo que infelizmente não estávamos juntos, afinal ele fez questão de lembrar de nós! Então às vezes fingimos, e no fundo pensamos: “Acho que ele sabe que eu não estava junto, só esta falando que eu tava pra me colocar junto nas lembranças boas...” “Mas será que eu não estava? Estou quaaase lembrando!”

É nessas horas que deixamos de lado a sinceridade. As vezes é difícil ser sincero quando temos que confiar em nossa memória. Por isso que eu digo, suspeite de quem tem memória fraca! Neste blog, postaremos histórias tão verídicas quanto nossa memória possa nos fornecer e idéias as mais sinceras que nosso conhecimento e experiencias de vida possam conceber...

O blog é uma tentativa de manter nossa memória fresca e compartilhar idéias, tudo da forma mais sincera possivel. Afinal, para nós, Sinceridade É Coisa Séria!


¹ As crianças conseguem distinguir mais tons de azul do que adultos.

3 comentários:

  1. Cara ficou bom mesmo o blog, gostei da imagem de cima e da idéia principal dele!! Quanto a postagem lembranças, as minhas primeiras lembranças aconteceram com minha família ao redor de uma árvore, com um grande balanço no meio e todos conversando; Tomei o cuidado de confirmar com minha família o acontecido, e aí tive a surpresa de ver uma foto que mostrava exatamente o que tinha em lembrança. Na epóca devia ter um pouco menos de um ano, interessante porque temos consciência da nossa existência apartir de 7 meses.

    ResponderExcluir
  2. Essa lembrança aconteceu em alguma data entre sete meses e 23 anos hehehe

    ResponderExcluir
  3. Espacinho de tempo!ahushaushaushauhs!

    ResponderExcluir

Comente o que achou da postagem ou conte-nos algo!